...

Depilação íntima a laser: Como funciona
e os principais cuidados

Quando se fala em remover ou não os pelos da região íntima, tanto das mulheres quanto dos homens, é quase unanimidade a preferência por se livrar dos pelinhos. Por esse motivo, a depilação íntima a laser é um dos procedimentos mais procurados nas clínicas especializadas em depilação definitiva.


O motivo dessa alta procura é, muitas vezes, por relacionar os pelos à falta de higiene, embora isso não tenha fundamento, pois o que conta são os hábitos de limpeza e não a presença ou não de pelos na região.


O fato é que, com essa preferência pela região livre dos pelos, a depilação íntima a laser se tornou uma excelente alternativa, por ser muito mais confortável e oferecer resultados que deixam qualquer mulher ou homem feliz e satisfeito.

Como funciona a depilação íntima a laser?

O procedimento da depilação íntima a laser não é diferente ao de outras áreas do corpo. O feixe de energia do laser é disparado assim que entra em contato com a melanina dos pelos, levando essa energia até o bulbo capilar.


O acúmulo de energia faz com que a raiz do pelo seja destruída, impedindo o crescimento dos pelos novamente. Quando o tipo de laser é intenso e concentrado, como no caso do laser de diodo, a depilação é sempre mais eficiente e com mais chances de ser definitiva.


Os pelos mais grossos e escuros da região íntima, fazem com que os resultados da depilação íntima a laser sejam melhores e mais rápidos. Isso acontece porque quanto maior o contraste entre a pele e o pelo, mais eficiente é a ação do laser na melanina.

Depilação íntima a laser dói?

A resposta é NÃO! No Brasil, já existe uma tecnologia de depilação a laser que é totalmente indolor. O Milesman Compact, com tecnologia de diodo frio, é inovador devido ao seu avançado sistema de resfriamento.


A ponteira de diodo do Milesman Compact chega a -9 °C, inibindo o calor causado pelo laser e oferecendo um tratamento totalmente indolor na depilação definitiva e também causando um grande conforto no momento da aplicação do laser.


depilação a laser na virilha, por exemplo, que antes era temida pelas mulheres por ser um procedimento muito doloroso, atualmente, com a tecnologia do equipamento Milesman, ficou muito mais confortável.

Cuidados antes e após a depilação íntima a laser

O primeiro passo ao iniciar um tratamento de depilação íntima a laser é procurar uma clínica que possua um equipamento que atenda todos os tipos de pele. O fototipo nada mais é do que a tonalidade da sua pele e nem todos os tipos de laser podem ser aplicados a qualquer tom de pele.


A tecnologia do laser de diodo Milesman permite que ele possa ser usado em qualquer fototipo. Então, identifique seu fototipo e procure um profissional especializado em depilação a laser.

  • Fototipo I: Pele branca – sempre queima – nunca bronzeia – muito sensível ao sol;
  • Fototipo II: Pele branca – sempre queima – bronzeia muito pouco – sensível ao sol;
  • Fototipo III: Pele morena clara – queima (moderadamente) – bronzeia (moderadamente) – sensibilidade normal ao sol;
  • Fototipo IV: Pele morena moderada – queima (pouco) – sempre bronzeia – sensibilidade normal ao Sol;
  • Fototipo V: Pele morena escura – queima (raramente) – sempre bronzeia – pouco sensível ao sol.

Cuidados pré-depilação íntima:

  • O profissional responsável pelo tratamento deve avaliar as características individuais do paciente que possam impedir o tratamento, e definirparâmetros de uso;
  • O paciente não pode ter sido exposto à luz solar direta na semana anterior à sessão;
  • Realizar a depilação com lâmina no dia da sessão.

Cuidados pós-depilação íntima:

  • Não utilizar produtos possam causar irritação na região onde o laser foi aplicado;
  • Evitar a exposição ao sol nos 15 dias após à sessão;
  • Não utilizar métodos que possam remover os pelos pela raiz.

Postado em 24 Novembro 2021.